fundamentos tutoriais

Visualg 3.0 curso introdutório – parte 1

Compartilhe os ensinamentos do mestre

O que é o visualg 3.0?

O visualg 3.0 é um programa feito para quem está iniciando no maravilhoso mundo da programação. Usando ele você pode criar, editar e debugar algoritmos usando uma linguagem de programação bem parecida com o português. Assim fica muito mais fácil aprender a programar usando o visualg 3.0 do que aprender a programar diretamente em uma linguagem de programação “comercial”, pois enquanto algumas pessoas dominam bem o inglês para outras isso pode se tornar uma barreira que atrapalha o aprendizado inicial da programação. Assim com a utilização do visualg 3.0 o você pode se focar no aprendizado dos algoritmos e da lógica de programação sem esbarrar no desafio do inglês.

Como usar o visualg 3.o

Atualmente o instalador do visualg 3.0 encontra-se hospedado no sourceforge, mas para facilitar sua vida vou colocar um link para download direto aqui. O link para download é o seguinte:

Download do visualg

Para usa-lo é muito simples, basta você clicar no link para fazer download e após a conclusão é só descompacta-lo e executar o arquivo visualg30.exe. Infelizmente, atualmente o visualg roda apenas em windows, então se você usa o mac os x ou linux você não poderá se divertir com este programa.

visualg

A Interface do visualg 3.0

Após executar o arquivo visualg30.exe você verá a tela inicial do visualg. A interface do programa é dividida em três partes. O editor de código, a lista de variáveis e a caixa de saída do resultado.

 

 

O editor de código é onde você irá inserir seu código para criar seus programas.

A lista de variáveis irá exibir uma lista com todas suas variáveis e seus respectivos valores.

E a caixa de saída de resultado é onde as saídas do seu programa serão impressas.

 

 

Primeiro programa com visualg 3.0

Os códigos do visualg possuem 3 partes que são descritas a seguir.

Descrição do algoritmo:

Nesta seção vão as informações do programa como autor, descrição do que o programa faz, data da criação do programa e todas as outras informações que você julgar que irão ajudar a tornar a compreensão do programa mais fácil. Todas as informações desta seção são colocadas na forma de comentários.

Comentários não são executados quando o código roda, eles servem para facilitar a compreensão sobre o programa e são fundamentais para que outras pessoas possam editar um programa sem necessitarem fazer perguntas ao seu autor.

Comentários começam com //

então sempre que ver esses caracteres você já sabe que se trata de um comentário cujo propósito é ajudar você entender melhor o que o código faz.

Declaração de variáveis:

Nessa parte você pode criar variáveis para seu programa. Variáveis são “nomes” que fazem referência a uma posição na memória do computador. A vantagem de se usar variáveis em seu código é que com elas você pode armazenar resultados de cálculos e tomar decisões com base em seus valores.

Código:

Nessa parte você vai colocar seu código propriamente dito, é aqui que a maior parte da mágica vai acontecer.

Exemplo:

Sem mais delongas vamos criar o nosso primeiro programa com o visualg.

Na tela inicial substitua todo o conteúdo do editor pelo código abaixo.

 

Algoritmo "hello world"

// Descrição   : imprime a mensagem hello world
// Autor(a)    : aqui voce pode colocar seu naoome
// Data atual  : 09/07/2017
Var
// Seção de Declarações das variáveis 


Inicio
   escreva("hello world")

Fimalgoritmo

 

 

Após inserir o código aperte a tecla F9 para executar seu código, você deverá ver a saída num prompt como o da imagem.

Este programa tem basicamente uma linha de código real a lina:

escreva("hello world")

Está linha faz com que o texto entre aspas dentro dos parênteses seja escrito no prompt.

escreva() é uma função. Funções são pedacinhos de código que executam uma tarefa específica.

Esta em questão é usada para mostrar mensagens para o usuário . Toda função é seguida de parênteses, assim sempre que você ver o padrão nome(), você sabe que se trata de uma função.

Um programa um pouco mais interessante

O programa que vamos escrever agora é um programa que irá ler dois números do prompt e irá mostrar o resultado da soma deles.

Algoritmo "soma"
// Descrição   : Le dois números do teclado e imprime a soma
// Autor(a)    : se nome
// Data atual  : 09/07/2017
Var

   primeiroNumero:inteiro
   segundoNumero:inteiro
   resultadoDaSoma:inteiro


Inicio

      escreval("este programa irá somar dois números e mostrar o resultado\n")
      escreval("escreva o primeiro número e pressione enter: ")
      leia(primeiroNumero)
      escreval("escreva o segunda mero e pressione enter")
      leia(segundoNumero)
      escreval("A soma dos números que voce digitou é: ")
      resultadoDaSoma := primeiroNumero +  segundoNumero
      escreval(resultadoDaSoma)


Fimalgoritmo

 

Esse programa é um pouco diferente do primeiro pois ele possui mais detalhes, a primeira diferença está na seção das variáveis. Neste programa foram declaradas três variáveis.

  • primeiroNumero
  • segundoNumero
  • resultadoDaSoma

essas variáveis são sempre seguidas por :inteiro, isso quer dizer que elas podem guardar números inteiros, ou seja números negativos ou positivos sem vírgula. A declaração de uma variável sempre segue este formato nomeDaVariavel:tipoDeValorQueElaGuarda. Por enquanto vamos nos ater ao tipo de valor inteiro, mas existem outros tipos de valores  que podem ser armazenados  nas variáveis. Vou explicar sobre eles em mais detalhes no próximo artigo da série de visualg.

Além da declaração de variáveis utilizamos a função escreval(), ela é parecida com a função escreva() que utilizamos no exemplo anterior. A única diferença é que logo após escrever um texto no prompt essa função pula uma linha.

Outra função nova que utilizamos neste exemplo é a função leia(), repare que ao invés de colocarmos um texto entre aspas dentro dos parentêses, nesse caso colocamos o nome da variavel. Isso porque a função leia() usa uma variável para ler um valor do teclado e guardar nela. Assim podemos pedir para o usuário entrar com os dois números e guardar eles em nossas variáveis.

E finalmente temos esta linha aqui:

 

resultadoDaSoma := primeiroNumero +  segundoNumero

 

esta linha calcula o resultado da soma de primeiroNumero mais segundoNumero e guarda o valor na variável resultadoDaSoma. O sinal := é chamado de operador de atribuição e é utilizado para guardar um valor em uma variável. Assim o resultado da soma é computado e armazenado em uma variável para depois ser mostrado ao usuário.

E finalmente na linha:

escreval(resultadoDaSoma)

usamos a função escreva para mostrar o valor armazenado na variável resultadoDaSoma. Então além de textos entre aspas você também pode passar variáveis para a função escreval() que ela irá colocar o valor delas no prompt.

 

 

Conclusão

O visualg 3.0 é um excelente ambiente para aprender lógica de programação, acredito que quase todo estudante de TI já viu e brincou com ele alguma vez na vida para exercitar suas habilidades. Este primeiro artigo da série ensinou como baixar e executar o visualg e também ensinou a criar seus primeiros programas. Nos próximos artigos dessa série sobre visualg iremos criar programas mais elaborados e aprender mais estruturas que permitirão a criação de programas bem mais interessantes. Até a próxima.